Morre o cantor Gabriel Diniz do sucesso “Jenifer”.

Gabriel era passageiro de um avião de pequeno porte que saiu de Salvador com destino a Maceió e a queda ocorreu em um manguezal a 30km de Aracaju. Os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias também morreram no acidente.

Natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, na adolescência Gabriel se mudou para João Pessoa na Paraíba. Reuniu-se com amigos da escola e criou uma “Banda de Garagem”, se tornando a sensação entre a juventude da cidade, também foi vocalista das bandas: “Forró na Farra” e “Cavaleiros do Forró”, na época o cantor cursava a faculdade de engenharia elétrica e dividia seu tempo entre os estudos e a música.[

Em sua carreira solo, o cantor lançou seis álbum: “GD at the Park (Ao Vivo)” (2016), “GD live (Ao Vivo)”(2016), “GD Verão” (2016), “GD” (2017), “Gabriel Diniz Na Ilha (Ao Vivo)” (2018), “À Vontade” (2019).[

Se tornou nacionalmente conhecido pelo single “Jenifer”, single que ficou em 1° lugar entre as mais tocadas nas rádios e paradas de streamings de música do Brasil se tornando o hit do verão de 2019.

Em entrevista para Heloísa Tolipan da coluna Música & Badalo do Canal IG no início de 2019, Gabriel falou um pouco sobre o sucesso “Jenifer”. Aqui uma parte da entrevista:

Site Heloisa Tolipan: Qual foi a sua reação quando soube  que ficou em primeiro lugar no YouTube e no Spotify?

Gabriel Diniz: Fiquei muito feliz e emocionado. É muito bom colher os frutos de um trabalho sério e dedicado.

HT: Ninguém imaginava que a música Jenifer daria certo. A canção passou por vários artistas antes de  chegar nas suas mãos. Você sempre acreditou nela, apesar de todo mundo desconfiar. O que te fez gostar tanto desta canção logo de cara?

GD: A música mostra uma realidade, tem muita Jenifer por aí esperando e merecendo ser valorizada. De quebra ainda tem o lado bem humorado da canção. Essa irreverência é algo que combina com o brasileiro.

HT: Ninguém imaginava que a música Jenifer daria certo. A canção passou por vários artistas, como Gusttavo Lima e Wesley Safadão, antes de chegar nas suas mãos. Você sempre acreditou nela, apesar de todo mundo desconfiar. O que te fez gostar tanto desta canção logo de cara?

GD: Foi uma aposta minha. A música é ousada e combina com meu estilo. A questão em si não é duvidar, mas o momento em que cada um está vivendo. Na época, ela tinha tudo a ver com o que eu estava procurando. Gusttavo estava focando na música “Homem de família” e Wesley no seu novo projeto. Não há o que dizer! Os dois são muito bem sucedidos na suas carreiras. São dois monstros do mercado musical, meus parceiros e amigos.

O Jornal Papo Comercial lamenta e se une aos fãs do cantor em cumprimentos aos familiares e amigos desse artista que nos deixa tão prematuramente. Que Gabriel descanse em paz.